Um grupo de pessoas é, muitas vezes, formado por indivíduos com personalidades bem diferentes e uma pressão constante para fazer esse time desenvolver habilidades comuns. Quem é responsável por treinar equipes se vê diante desse cenário regularmente. 

Com tantas pessoas diferentes ocupando o mesmo espaço, o objetivo de melhorar a produtividade geral pode ser atingido de diversas formas. A tecnologia cria novos modelos de negócio, mas também aprimora antigos. Se houver um celular no bolso de cada colega, o uso de aplicativos se torna um passo simples e de baixo custo rumo a esse acréscimo.

No artigo de hoje, daremos algumas dicas para que você consiga treinar equipes a usar aplicativos de forma produtiva para alcançar resultados melhores. Confira!

Comece pelo óbvio

Na empresa onde você trabalha, o Google Drive já é uma ferramenta difundida? Com ele, é possível compartilhar arquivos de texto e planilhas com mais de uma pessoa que esteja trabalhando no mesmo documento ao mesmo tempo, além de outras funcionalidades da nuvem que melhoram a atuação em equipe.

A versão gratuita desse aplicativo proporciona espaço suficiente para muito trabalho e uma das suas maiores vantagens é que ela pode ser acessada tanto de computadores quanto de celulares.

Convença a todos de que os apps são úteis

Se todos souberem da utilidade dos aplicativos, oferecerão menor resistência ao uso dessas ferramentas. Voltando ao exemplo do Google Drive, é muito provável que uma ou mais pessoas em cada equipe já use esse recurso. Sendo assim, elas provavelmente ajudarão a convencer os colegas de que ele é necessário.

Em outros casos, você pode querer introduzir uma ferramenta completamente desconhecida por todos e precisará explicar de maneira clara e didática qual a serventia do software. Um profissional que viaja muito a trabalho e precisa guardar notas fiscais, por exemplo, com certeza ficará feliz em utilizar um app para isso se lhe for devidamente esclarecido que com ele as pilhas de papel não precisarão mais ser acumuladas.

Não tenha compromisso com o erro

Faça todo o possível para que a equipe treinada assimile perfeitamente os aplicativos introduzidos. Se depois de um determinado período de tempo os resultados não vierem, reveja o treinamento e se pergunte o que deu errado.

Há uma infinidade de aplicativos disponíveis e grande parte deles são gratuitos ou muito baratos. É provável que um app mal recebido tenha um concorrente similar mais fácil de usar. Por isso, pergunte aos integrantes da equipe qual o problema com o software introduzido. Se for usabilidade, busque outro mais simples.

Uma dica importante e bastante válida é realizar testes com pequenos grupos para avaliar a viabilidade do uso de determinado aplicativo antes de aplicá-lo à equipe toda.

Ao treinar equipes, lembre-se que o foco são pessoas

A tecnologia serve para aumentar a produtividade da equipe, não substituí-la. Deixe bem claro a todos que os aplicativos são como assistentes e que vão ajudar cada integrante a fazer seu trabalho de maneira mais rápida e precisa.

Como você pode ver, se forem utilizados de forma adequada, os aplicativos com certeza farão bem à dinâmica de trabalho de sua empresa e na hora de treinar equipes.

E aí, gostou do conteúdo desse post? Agora que você viu as vantagens dos aplicativos, continue aprendendo mais sobre o assunto e leia um artigo com 3 motivos para investir em um app para a sua marca!