É provável que você já tenha ouvido essa expressão ou até já tenha a utilizado no dia a dia. No entanto, você entende o que é a Internet das Coisas, de fato, e qual seriam as suas implicações para o mundo dos negócios?

O fato é que a tecnologia evolui tão rápido que, às vezes, fica até difícil acompanhá-la. Se quiser saber mais sobre esse tema, continue a leitura do post. Vamos lá!

Afinal, o que é a Internet das Coisas?

O conceito de IoT (Internet of Things) se refere à tecnologia que permite a conexão de objetos à Internet. Não se trata do uso dos habituais computadores, smartphones e tablets, mas de coisas, como aparelhos domésticos, de iluminação, entre outros. A verdade é que as possibilidades são infinitas e ainda longe de serem totalmente exploradas.

O objetivo é aproveitar a Internet em todas as suas dimensões, muito além dos dispositivos tradicionais. Assim, a Internet das Coisas pode ser entendida também como uma expansão das conexões já feitas a outros aparelhos.

Qual o impacto que ela tem gerado no mundo?

Mesmo que ainda não tenha sido totalmente explorada, a IoT já está sendo bastante utilizada. Na indústria, por exemplo, as máquinas podem ser ligadas à Internet, gerando informações de performance imediatamente. Elas também podem ser controladas de maneira remota, com mais eficiência e segurança.

Já na saúde, dispositivos inteligentes aumentam a precisão de procedimentos cirúrgicos. Por exemplo, os médicos podem visualizar os laudos de exames enquanto realizam as operações, com óculos, como o Google Glass.

A Internet das Coisas também tem sido usada nas áreas de entretenimento, na logística, na construção de casas e edifícios inteligentes, entre outras aplicações. O fato é que ela tem transformado ambientes e meios de produção, aumentando a efetividade e a rapidez na prestação de diversos serviços, além de proporcionar uma melhor experiência para usuários e clientes.

Como é possível aplicar IoT nos negócios?

Devido à versatilidade da IoT, a principal vantagem dela para as empresas é justamente a possibilidade de utilização e adaptação a diferentes necessidades. Ela pode ser usada na automatização de processos, na melhoria da infraestrutura, na coleta de informações e em outras aplicações que oferecem redução de custos e agilidade. Pode ser meio difícil de se imaginar, mas já existem muitas empresas aproveitando esse potencial.

Como um exemplo bem-sucedido da aplicação da Internet das Coisas, podemos citar o Watson Genomics, da IBM, que está sendo usado na área diagnóstica, inclusive no Brasil. A solução ajuda a encontrar os melhores tratamentos de acordo com alterações no genoma do paciente.

No entanto, mesmo as pulseiras Fitbit, que contam passos e verificam a pressão arterial, também usam IoT. Além, é claro, dos smartwatches e de outros dispositivos wearables (que podem ser usados no dia a dia), que já se tornaram mania em todo o mundo.

Enfim, agora que você viu o que é a Internet das Coisas, pode começar a pensar em implantar soluções que se ajustem ao seu modelo de negócio. Com tantas possibilidades, vale a pena investir em tecnologias inovadoras e que tragam melhorias para a sua empresa.

Gostou de saber o que é a Internet das Coisas? Quer entender mais sobre como usar a tecnologia para melhorar a gestão do seu negócio? Agora leia também sobre a importância de um software para empresas.