Você já deve saber o que são bitcoins, a criptomoeda que se tornou uma sensação na internet e que permite a realização de pagamentos eletrônicos de forma rápida. Mas você já ouviu falar ou sabe o que é blockchain?

Essa é a tecnologia que garante a segurança das operações financeiras no meio digital. No post de hoje, explicaremos como funciona o blockchain e as suas principais vantagens. Continue a leitura para saber mais!

O que é blockchain?

Blockchain cadeia de blocos em uma tradução literal — é uma tecnologia lançada em código aberto junto aos bitcoins, em 2009. Trata-se de um registro público com o qual se garante a transparência das trocas digitais. Essa estrutura de dados permite que as movimentações não precisem ser validadas por instituições e autoridades financeiras.

O modelo mais utilizado é o mesmo que foi usado para os bitcoins. Mas estão sendo criados outros, de interesse de diferentes setores, como empresas de tecnologia e segurança da informação, de comércio e até mesmo pelo governo.

O blockchain também oferece a comodidade de ser acessado de qualquer local, com a distribuição por diversos computadores, facilitando o acesso por diferentes pessoas inseridas no sistema. No entanto, as informações não podem ser alteradas depois de registradas.

Como ele funciona?

O registro do blockchain ocorre em diferentes etapas. Falamos sobre cada uma delas a seguir.

Registro

A transação é armazenada no blockchain de modo descentralizado. Cada vez que um participante do bloco realiza alguma alteração, uma nova cópia da transação é salva. Tudo isso é feito de modo totalmente sigiloso.

Anonimato

Esse sigilo é garantido por meio de chaves privadas. A cada vez que se faz uma alteração na transação, é gerada uma chave, também chamada de endereço. Cada cópia é salva num endereço diferente, por isso, uma pessoa não tem acesso ao que foi alterado por outra.

Validação

No caso dos bitcoins, depois de enviá-los para o destino desejado, os dados da transferência são validados ou oficializados. Isso é feito por meio de um computador chamado de miner, que checa os dados num intervalo de dez minutos. Em seguida, ele gera um código criptografado para tornar a transação oficial.

Imutabilidade

O princípio da imutabilidade é o que garante a validade da transação. Como todos os usuários recebem uma cópia dos dados, um mecanismo (hash) sequencia os números e caracteres de maneira diferente a cada nova informação inserida. Ou seja, sempre que a transação é modificada, é criado um novo hash.

Quais as vantagens?

A maior vantagem do uso do blockchain é a segurança, pois os dados são criptografados. É necessário que exista uma assinatura digital, o que permite uma maior proteção contra invasões, além de dar mais privacidade aos envolvidos.

Outra vantagem é a mobilidade. O blockchain pode ser distribuído para diversos computadores, de modo sincronizado. As cópias podem ser atualizadas simultaneamente, permitindo o acesso de qualquer local. Além disso, as informações não podem ser adulteradas, protegendo contra fraudes.

Entendeu o que é blockchain? Essa é uma tecnologia inteligente que viabiliza todo o sistema de bitcoins, uma grande revolução no sistema financeiro e no meio digital. Mas, mais do que isso, pode ser uma importante ferramenta de segurança para diversos outros mercados, com inúmeras possibilidades.

Gostou de saber o que é blockchain? Esse post foi relevante para você? Então, curta a nossa página no Facebook para ter acesso a mais informações interessantes como essa!