Já faz um tempo que a tecnologia vem trazendo muitas melhorias para os negócios. Dentre elas, destacamos o auxílio na otimização do tempo, na produtividade, na economia de recursos e também na inteligência de mercado.

Por isso, vamos falar hoje sobre um braço dela que é muito atual: A internet das coisas.

Assim como diz o seu nome, a internet das coisas, ou IoT, tem como objetivo conectar vários dispositivos por meio da internet. Esses dispositivos podem ser aparelhos, sistemas eletrônicos e até mesmo os objetos mais comuns, tais como um tênis ou um relógio.

Sendo assim, esses aparelhos se comunicam (com o usuário ou entre si mesmos) de uma forma inteligente através de sensores e outras formas de monitoramento.

Ficou interessado em saber mais sobre o assunto? Continue lendo o post para conhecer 4 aplicações da internet das coisas para otimizar a sua empresa:

1. Auxílio no marketing de produto

Uma das grandes aplicações da internet das coisas para otimizar processos empresariais é utilizá-la no que diz respeito ao marketing de produto, fazendo coleta de dados em tempo real.

Nesse sentido, sensores podem informar quando, como e onde um produto é utilizado por um cliente, auxiliando em questões que envolvem design e o próprio marketing.

Sendo assim, a coleta de dados em tempo real tem um custo menor e é bem mais rápida que as famosas pesquisas de mercado.

2. Arquivamento do histórico do cliente

Outra utilidade da internet das coisas para os negócios está na questão de guardar o histórico dos clientes.

É possível utilizar esse registro de informações para avisá-lo, em tempo real, sobre novidades que sejam pertinentes. Isso pode ser feito de forma automática ou então avisando a equipe de atendimento que é preciso contactar o cliente por um motivo específico.

Essa aplicação é muito importante no relacionamento da empresa com o cliente, pois ajuda a estreitar essa relação e sofistica os processos de interação com ele.

3. Apoio em processos logísticos

É possível também fazer a conexão de equipamentos de logísticas com a internet das coisas. Sendo assim, as empresas podem melhorar (e muito!) esse processo, evitando causar desconfortos com os clientes.

Com esse recurso, é possível acelerar o tempo de entrega, além de receber dados imediatos de onde está o pacote, qual a sua frequência de manuseio, a sua condição, entre outras informações que são pertinentes para essa atividade.

4. Registro da quantidade de pessoas que entram em uma loja

Por fim, a última aplicação que abordaremos sobre a internet das coisas é a utilização dela na gestão de lojas para contar quantas pessoas passaram pela entrada do estabelecimento.

Saber o número de clientes é uma informação que pode vir juntamente a outras informações, tal como o faturamento da loja e a localização desse público no interior da loja. Tais dados podem gerar várias ideias que podem ser úteis na gestão da loja em si, além de auxiliar na efetividade dos demais departamentos do negócio, como as vendas ou o marketing.

Gostou de entender melhor como a internet das coisas poderá ajudar o seu negócio? Compartilhe esse post com seus amigos de suas redes sociais!