A revolução no mundo dos negócios, sobretudo a partir dos anos 1990, quando as mudanças tecnológicas passaram a alterar profundamente os mais diferentes ramos da economia, provocaram duas reações diferentes.

Uma delas foi a falência de grandes empresas que não souberam se adaptar aos novos tempos. Um exemplo clássico é o da Kodak. A gigante norte-americana do século XX, pioneira na revelação de filmes fotográficos, não soube se reinventar depois que os pixels tomaram o lugar do papel fotográfico. Como resultado, a empresa abriu processo de falência em 2012.

A segunda reação tem a ver com visão de negócios e antecipação de tendências. Empresários que souberam entender como a tecnologia poderia afetar seus negócios e tomaram decisões no tempo certo, saíram na frente na corrida do século XXI.

O principal legado das inovações nesta última geração foi a mudança de pensamento a nível global, derrubando antigas certezas consolidadas e abrindo novas frentes para empreender e conseguir bons resultados. Essas mudanças que a tecnologia trouxe são tema do nosso texto de hoje. Confira!

Tecnologia e velocidade no mundo dos negócios

É inegável que uma das principais mudanças que a tecnologia trouxe nos mais diversos segmentos foi a agilidade. Além de encurtar distâncias geográficas, a velocidade no fluxo de informações e a economia de tempo são ativos poderosos nessa nova realidade que afeta o mundo dos negócios.

Buscar soluções para problemas específicos e atalhos para resolver entraves dentro das empresas, como apps e tecnologia mobile, são sinais desses novos tempos.

Inteligência artificial: solução para encontrar respostas

Em um programa de televisão de perguntas e respostas, Watson chamou a atenção do mundo inteiro ao responder corretamente todas as questões e vencer seus adversários. No entanto, Watson não era um ser humano, mas uma máquina criada pela IBM.

Capaz de armazenar e gerenciar um banco de dados enorme em tempo real (e assim encontrar respostas certas para perguntas difíceis), Watson está pronto para cruzar e atuar em novas fronteiras, como no tratamento de câncer de pacientes do Memorian Sloan-Kettering, em Nova York.

O cruzamento de dados e análises de informações que pesquisadores levam anos para fazer, estão sendo feitas pelo processador de Watson e ajudando no tratamento de doenças — e também no mercado financeiro.

Impressão 3D na sua casa

O próximo passo desta tecnologia que revolucionou a indústria em todo o mundo será estar presente no nosso dia a dia, dentro de casa. As impressoras 3D chamaram atenção para velocidade de produção de um produto (de peças para aparelhos e até para construções).

Isso, com o iminente barateamento da tecnologia, tem um potencial explosivo para mudar nosso comportamento comercial, pois poderemos imprimir nossas roupas, peças para o carro e produtos de uso geral, sem sair de casa.

Realidade virtual e a mudança no comportamento humano

Outra tendência tecnológica que promete mexer com o mundo dos negócios daqui para frente é a realidade virtual. O objetivo é reduzir as distâncias geográficas cada vez mais e mudar a experiência de compra de usuários.

Nesse cenário, o que se projeta para o mundo corporativo, por exemplo, é um contato mais natural e próximo entre pessoas que estão fisicamente distantes, por meio de teleconferências ultramodernas.

No caso do consumo, a simulação de ambientes praticamente reais e a aproximação do cliente com uma experiência de compra simulada, diferente de uma mera transação comercial, são as próximas fronteiras a serem desbravadas pela realidade virtual.

O que achou do texto? Quer ficar por dentro desse e outros assuntos relacionados à tecnologia e ao mundo dos negócios? Então assine nossa newsletter e não perca nossos conteúdos.