O mundo está cada dia mais mobile, e os negócios precisam se adaptar a essa realidade urgentemente! Qualquer empresa que queira ter visibilidade precisa ter uma presença digital forte. Assim, não basta estar na web, é preciso estar no mobile também!

Atualmente, existem duas maneiras de fazer isso: por meio de um site mobile ou aplicativo. Você conhece a diferença entre eles? Continue acompanhando o post que vamos explicar!

O que é um site mobile?

Um site mobile nada mais é do que um site como qualquer outro, mas adaptado para o formato dos dispositivos móveis. É o que chamamos de site responsivo.

Um site responsivo consegue acompanhar o formato do dispositivo em que ele é acessado sem perder a qualidade, isto é, não importa se ele é acessado na tela de um notebook, de um monitor ou de um smartphone, ele sempre mostrará as imagens e textos da mesma forma, sem comprometer a navegação do usuário.

O que é um aplicativo?

Já um aplicativo é um recurso que pode ser instalado no celular ou em um tablet. O usuário poderá acessá-lo sem entrar no navegador da internet, ou seja, é um software próprio do negócio disponibilizado para seus clientes acessarem dos seus dispositivos mobile.

Além disso, ele é orientado para que possa ser usado da maneira que a empresa planejou, ficando mais fácil direcionar o cliente para as suas ações comerciais.

Site mobile ou aplicativo?

Muitas empresas ficam na dúvida sobre qual é a melhor opção. O fato é que a grande vantagem do site mobile é que ele não demanda o desenvolvimento de outro sistema, basta adaptar o site existente do negócio para as questões de responsividade.

Isso gera um custo menor para o negócio. Porém, não é possível garantir que a usabilidade seja a mesma de um computador. Até porque, por mais que o site esteja adaptado, o seu foco ainda é ser usado por um desktop ou notebook.

Já os aplicativos mobile possuem um custo maior para serem desenvolvidos. Afinal, a empresa vai investir em algo novo e focado para os dispositivos móveis.

Apesar disso, as vantagens são inúmeras, e entre elas podemos citar:

  • Possibilidade de tratar informações offline (sem conexão de dados)
  • Possibilidade de direcionar a usabilidade para converter mais vendas;
  • Facilidade para o cliente, pois não precisa acessar o navegador pelo celular;
  • O consumidor tende a preferir utilizar aplicativos em vez de sites móveis;
  • Possibilidade de oferecer uma experiência de compra melhor para o consumidor;
  • Estudos indicam que as pessoas passam a maior parte do tempo em aplicativos do que em sites móveis;
  • As pessoas estão cada vez mais comprando pelo celular;
  • Possuir um aplicativo é uma das maiores tendências para 2017.

Em resumo, no app é importante agregar funcionalidades ou serviços relevantes e que gerem valor real para o negócio, cuja experiência de uso seja um diferencial competitivo. Por outro lado, o site pode ser usado para ambas finalidades, porém com melhor aderência para fins genéricos, como informações institucionais, serviços não críticos de apoio, entre outros.

Agora que você entendeu qual pode ser a melhor escolha entre site mobile ou aplicativo, entre em contato conosco para ajudarmos a traçar a estratégia da sua empresa nesse sentido!